quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

BAGRE,MUANÁ,CURRALINHO E SANTA CRUZ DO ARARI RECEBERÃO RECURSOS PARA VIGILÂNCIA SANITÁRIA.

Bagre receberá R$ 20 mil

O Ministério da Saúde vai liberar R$ 11,3 milhões em incentivos financeiros para a organização e o fortalecimento de ações de vigilância sanitária em diversos municípios brasileiros. No Pará, os treze municípios que receberão a quantia de R$ 20.000 cada um são: Bagre, Curionópolis, Curralinho, Goianésia do Pará, Limoeiro do Ajuru, Magalhães Barata, Mocajuba, Muaná, Novo Progresso, Quatipuru, Rio Maria, Santa Cruz do Arari e Uruará.
A portaria que confirma a liberação da verba foi publicada nesta quarta-feira (03), no Diário Oficial da União Serão beneficiados municípios com menos de 50 mil habitantes que tenham respondido ao levantamento Perfil da Vigilância Sanitária Municipal no Brasil e que se enquadrem em critérios como ter lei municipal de criação de vigilância sanitária; não dispor de veículos, computadores e outros equipamentos em quantidade adequada; e encontrar-se regular no Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

O texto prevê que caberá aos estados empreender ações de planejamento, acompanhamento e apoio aos municípios, na organização e no fortalecimento das ações de vigilância sanitária. Os recursos serão transferidos do Fundo Nacional de Saúde para os fundos estaduais e municipais, em parcela única.

Fonte|:DOL

DO AMIGO EDY!

VOTAÇÃO DE PROJETO DE META FISCAL.

Sem concluir votação de projeto de meta fiscal, Congresso encerra sessão



Congresso Nacional encerrou na madrugada desta quinta-feira (4), depois de mais de 18 horas de debates, a sessão destinada a votar o projeto enviado pelo governo federal que derruba a meta fiscal prevista para 2014. Os parlamentares aprovaram o texto-base da proposta, mas, por falta de quorum, o último destaque (proposta de alteração ao texto principal) não foi votado e uma nova sessão foi convocada para a próxima terça-feira (9).
A sessão foi marcada por troca de acusações entre os parlamentares, obstrução dos oposicionistas e confusão entre manifestantes que tentaram acompanhar a votação do plenário. Alguns parlamentares chegaram a dormir em suas poltronas e outros dividiram pacotes de bolachas.
O texto-base foi aprovado por volta de 3h45, mas quatro destaques ficaram pendentes. Três deles foram rejeitados em votações simbólicas, sem a contagem de votos. No momento em que o último destaque estava sendo discutido, parlamentares da oposição pediram votação nominal, quando foi detectado que não havia o quorum mínimo de 257 deputados.
No total, apenas 192 deputados marcaram presença na votação do último destaque. O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou, então, que uma nova sessão para discutir o texto deverá ocorrer na próxima terça-feira.
“A democracia exige, sobretudo, que nós tenhamos paciência para levar o processo legislativo ao final, garantindo a palavra a todos, especialmente, à minoria. Eu acho que chegamos a bom termo”, afirmou Renan Calheiros após a sessão.
O que prevê o texto
O projeto discutido pelo Congresso, considerado prioritário pelo Palácio do Planalto, derruba a meta fiscal e permite ao governo fechar as contas públicas sem a obrigação de cumprir o superávit primário (economia para pagar os juros da dívida pública) estabelecido para 2014. No início do ano, a previsão de superávit era de R$ 116 bilhões. Com a aprovação do projeto, passa para R$ 10 bilhões.
Apesar da ampla base de apoio ao governo na Câmara e no Senado, o Congresso fez cinco tentativas até conseguir a aprovação do texto. O presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), chegou a colocar o projeto em pauta na semana passada, mas, antes, os parlamentares tiveram de analisar 40 vetos presidenciais e um projeto de lei que estavam à frente da meta fiscal na ordem do dia.

A oposição classificou o projeto como uma “anistia” à presidente Dilma Rousseff pelo descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal. Já o governo pediu “consciência” e afirmou que a mudança na meta fiscal busca “estabilizar” a política econômica do país.
Confusão
Antes mesmo do início da sessão, pela manhã, o clima já era tenso na entrada do Congresso. Um grupo de manifestantes contrários ao projeto de lei foi impedido de entrar na Casa pela Polícia Legislativa, e os ânimos ficaram acirrados. O acesso do público às galerias do plenário foi vetado por ordem do presidente Renan Calheiros após o tumulto registrado na sessão de terça-feira.

Com gritos de ordem, faixas e apitos, os manifestantes chegaram a hostilizar parlamentares da base aliada que entravam e saiam prédio e balançaram o carro do senador José Sarney (PMDB-AP).
Por volta do meio-dia, juntou-se ao grupo o cantor Lobão, que viajou a Brasília especialmente para acompanhar a votação. Com a ajuda de deputados da oposição, ele conseguiu entrar no Congresso, mas não teve acesso às galerias, que ficaram vazias o tempo todo, ocupada somente por alguns profissionais da imprensa.
A sessão
O debate começou por volta das 10h30 para apreciar dois vetos presidenciais que trancavam a pauta. A oposição usou diversos recursos para retardar a votação, incluindo a leitura do voto de cada um dos deputados, fazendo com o que o resultado final só fosse divulgado às 18h30.
Em seguida, teve início a apreciação de um projeto de lei que concedia um crédito adicional no Orçamento de R$ 248,2 milhões para o pagamento de aposentados e pensionistas do Instituto Aerus de Seguridade Social, ligado ao setor aéreo.
eputados e senadores da oposição recorreram ao microfone diversas vezes para estender os debates sobre o tema, mas o projeto acabou aprovado em votação simbólica (sem a necessidade de contagem de votos) por volta das 22h. Com isso, abriu-se caminho para a apreciação do projeto de lei que derruba a meta fiscal.

Oposicionistas criticam
Iniciada a discussão, os oposicionistas se revezaram nas críticas. Em discurso inflamado, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), candidato derrotado à Presidência da República, disse que o projeto “fere de morte” a Lei de Responsabilidade Fiscal e chamou o governo federal de “irresponsável”. Chegou a dizer que o senador petista Lindbergh Farias (RJ), defensor do texto, é um “ex-carapintada que se transformou em um senador chapa branca”.
“Perdemos a eleição, mas não perdemos a condição de sermos oposição a esse governo que tem cometido irresponsabilidades atrás de irresponsabilidades”, discursou.
“Esse projeto significa o ‘liberou-geral’ com o dinheiro do contribuinte”, disse o líder do PSDB, deputado Antonio Imbassahy (BA). “Não podemos avalizar essa irresponsabilidade fiscal, não estamos aqui para salvar a pele da presidente”, destacou o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE).
O líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes (SP), acrescentou que a aprovação do projeto trará consequências “desastrosas” ao país. “Não venham os senhores com esse contorcionismo mental. Não me venham com lorotas”.
Governistas defendem
“Essa votação de hoje estabiliza a política econômica”, rebateu o líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), que destacou a atual crise econômica mundial. “Isso os líderes do PSDB não dizem: é a mais profunda crise do capitalismo global desde 1929”, completou.
O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), afirmou durante a discussão que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) também já enviou ao Congresso, em 2001, um projeto a fim de alterar a meta do superávit primário.
“Se o governo do PSDB não cumpriu a meta, como pode agora acusar a presidenta Dilma de improbidade administrativa para não cumprir o superávit previsto para 2014?”, questionou o petista.

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) disse que Dilma Rousseff, durante a campanha eleitoral, prometeu não que faria equilíbrio fiscal “à custa de desemprego e recessão econômica”. Conforme o parlamentar, a redução da meta de superávit se deve à “mudança da conjuntura” da economia.

“O que aconteceu este ano? A conjuntura econômica mudou no Brasil e no mundo. Nós tivemos dois trimestres com crescimento negativo da nossa economia”, justificou Lindbergh.

Emendas
Outro assunto que acendeu o embate entre governo e oposição foi o decreto presidencial que condiciona a liberação de emendas parlamentares extras (verbas usadas por deputados e senadores para bancar obras em seus redutos eleitorais) à aprovação da mudança na meta fiscal. Os oposicionistas classificaram a medida como “chantagem”.

O senador Aécio Neves disse que Dilma colocava o Congresso de “cócoras” e pretendia colocar “preço” nos parlamentares. Mendonça Filho classificou o ato como “chantagem por decreto”.

O presidente Renan Calheiros rebateu, dizendo que o decreto, na verdade, é “inócuo”. “Se não alterarmos a LDO, não teremos dinheiro não apenas para emendas, nós não teremos dinheiro para muita coisa porque teremos que nos submeter a um ajuste brutal”, declarou o senador.

O deputado Ronaldo Caiado (PSDB-GO) disse que a “presença massiva” dos parlamentares da base governista no plenário se deve à promessa de liberação de emendas pela presidente Dilma Rousseff. “Ou por emendas ou por cargos no governo”, criticou
http://www.acessenoticias.com.br/noticia

DO AMIGO EDY!

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

II ENCONTRO DOS PROFISSIONAIS TÉCNICOS E AUXILIARES DA ODONTOLOGIA DO ESTADO DO PARÁ- DIA 13 DE DEZEMBRO DE 2014.








“CONVIDAMOS TODOS(AS) 0S AUXILIARES DE ODONTOLOGIA DO ESTADO DO PARÁ A PARTICIPAREM NO DIA 13 DE DEZEMBRO DE 2014 NA ABO-PÁ, DO II ENCONTRO DE PROFISSIONAIS TÉCNICOS E AUXILIARES EM ODONTOLOGIA DO ESTADO DO PARÁ. SEMPRE COM A CERTEZA QUE SEMPRE DAREMOS O MELHOR PARA O AVANÇO DESSAS PROFISSÕES AUXILIARES QUE TANTO CONTRIBUI PARA COM AS POLITICAS PÚBLICAS DE SAÚDE BUCAL NO ESTADO DO PARÁ”.

Às vezes, pensamos em desistir de algo que queremos por essas coisas serem cheias de obstáculos, mas a vida é feita de superações e conquistas. No meio de cada conquista vêm as decepções, as brigas, os problemas, as dores e o sofrimento, mas é necessário passar por todos esses obstáculos. Sejamos fortes para enfrentarmos  nossos problemas, abandoná-los não vai resolver nada.

Porém, motivação deve estar presente no início, no meio e no fim dos nossos objetivos. Quem se entusiasma com as pequenas conquistas, ganha o merecimento e o aprendizado de ir cada vez mais longe na busca dos seus objetivos, seja financeiramente, emocionalmente ou espiritualmente.
Saber seu limite e respeitar o limite dos outros pode levá-lo ao sucesso, mas como obter o sucesso se você não se conhece? Se você não procurar se conhecer melhor, não vai saber do que gosta, e se não sabe o que gosta, poderá deixar escapar as boas oportunidades.
Esta é a questão, buscar a motivação para melhorar a vida, para que a admiração ganhe destaque. Você tem que polir o seu espírito e fazer crescer a confiança em cada tormenta. Assim, compreenderá que é possível obter o sucesso e a alegria de viver.
II ENCONTRO DOS PROFISSIONAIS TECNICOS E AUXILIARES DA ODONTOLOGIA NO ESTADO DO PARA , SERÁ  PROMOVIDO PELO CRO- PA, EM NOME DE SEU PRESIDENTE Dr ROBERTO PIRES, COM SEUS COLABORADORES: Dr. DEBORA, EDIMILSON GOMES, SOCORRO MORAES, NAZARE, IVANELE ALVES, MARCIA E DEMAIS...

ESPERAMOS A PARTICIPACÃO DE TODOS OS AUXILIARES A PARTICIPAREM DESSE GRANDE MOMENTO DE MAIS CONHECIMENTO DENTRO DAS CATEGORIAS AUXILIARES DA ODONTOLOGIA DESSE ESTADO.

OBS. ALEM DAS PALESTRAS, VAMOS TER CURSO PRATICO DE FECHAMENTO DA CAVIDADE.

INSCRICOES NO LOCAL E NO DIA DO EVENTO.
AGRADECE A COMISSÃO ORGANIZADORA DO EVENTO:
EDIMILSON GOMES, SOCORRO MORAES, DR. DÉBORA, IVANELE ALVES, NAZARÉ, MARCIA, DENTRE OUTROS....




SEM MAIS,


DO AMIGO EDY GOMES!


terça-feira, 28 de outubro de 2014

PÉSSIMO SERVIÇO DE INTERNET EM MUANÁ....

                               
Péssimo serviço de internet  prestado pela empresa Martins net no município de Muaná,tem deixado vários clientes insatisfeito  com os serviços que no inicio atendia todas as expectativas para o cliente, hoje não atende nem 25% dos seus serviços de dados oferecidos pela Martins net neste município. O pior que ninguém da esclarecimentos sobre a situação e alguns clientes já estão pensando em cancelar o serviço e optar por um outro melhor. O mais interessante  é que quando contratamos  um provedor de banda larga, nossa internet é automaticamente   configurada  para utilizar os números  de DNS ( domain name system), oferecido pela empresa , que por um lado é muito prático (afinal não é necessária nenhuma configuração), mas por outro acaba resultando em muitas pessoas utilizando o mesmo servidor , o que afeta não só sua performance  como também a disponibilidade do que procura. Deixando assim vários clientes  com a sensação que estão pagando por um serviço na qual não está sendo cumprido pela empresa Martins net.  Propagandas  que prometem alta velocidade e qualidade nos serviços de dados ,muitas das vezes acaba levando seus clientes ao total arrependimento, pois utilizam os serviços de dados todos os dias para realizar suas atividades,estudar,fazer pesquisar, redes sociais etc...

Responsável da Martins net  nesse município ou nos garante os serviços acordados ou sem duvida vão começar a perder clientes.



 DO AMIGO EDY GOMES!

2015.

Sabemos que os novos ADMINISTRADORES estarão a serviço do ESTADO E DO PAÍS, conhecendo amplamente as necessidades da comunidade e resolver seus problemas. Não só administrar com dedicação e seriedade, mas também presta contas de seu trabalho com a sociedade e isso tem que continuar a ser transparente em nossa nação..
A SOCIEDADE espera dos novos ADMINISTRADORES a partir de janeiro de 2015, fidelidade ao seu povo, expressar no cumprimento de um programa de governo previamente elaborado, capacidade administrativa, liderança política, bom conhecimento dos assuntos da cidade, equilíbrio no enfrentamento de crises, postura de diálogo aliada à capacidade de decisão no tempo oportuno, paciência e disponibilidade para ouvir a população e seus legítimos representantes, tolerância quanto à diversidade de estilo das pessoas com quem trabalha, disponibilidade para ter presença contínua nos municípios, hábito de trabalhar com planejamento e em equipe e coragem de dizer não, quando necessário.Avaliar a competência de quem ira trabalhar ao seu lado em seu governo(administração da Cidade).trabalhar com pessoas que venham realmente contribuir para o avanço do Município,preparadas e com um conhecimento amplo da área de atuação,independentemente de quem trabalhou ou não no pleito eleitoral.Acreditamos que em nosso PAÍS existem muitas pessoas com habilidades e competências para contribuir com esse avanço,desde que está oportunidade seja dadas a essas pessoa realmente comprometida com a administração pública.Só assim cada integrante da equipe de governo passará ter o conceito de gestão por competência dentro da prefeitura ou Estado que estará atuando e se sentirá motivado(a) a buscar e desenvolver diferenciais que resultarão na satisfação no seu ambiente de trabalho.Para que isso de fato aconteça se faz necessário a trabalhar com pessoas preparadas,competentes,para que possam oferecer um diferencial que permita compreender a realidade do serviço público,com o objetivo de alcançar metas e atingir uma forma de administrar e construir uma equipe eficaz.
O poder municipal é o que está mais próximo do contato direto com a população e o primeiro a ser questionado. Para muitos cidadãos, o prefeito é mais importante do que o presidente da República, pois é quem pode resolver o seu problema imediato. Promessas utópicas ou demagógicas serão cobradas, mais tarde.

Parabéns aos leitos nesse pleito eleitoral , que seus Governos sejam de fato comprometido com a população que clama por um ESTADO, PAÍS melhor e prospero.


DO AMIGO EDY!

PARABÉNS A TODOS(AS) SERVIDORES PÚBLICOS DE MUANÁ.





Ao longo da vida aprendi que o servidor público é o agente imprescindível para o sucesso de políticas voltadas ao bem-estar da sociedade. Por isso, sempre dediquei à categoria total atenção e absoluto respeito.
Temos que construir  uma nova convivência, baseada na transparência e no debate franco e aberto, buscando a valorização dos servidores. Acredito que é isso que qualificará o trabalho do Município e fará consolidar os avanços que projetamos para o desenvolvimento socioeconômico de MUANÁ.
Entendo que um Estado,Município eficiente, com uma gestão moderna e com capacidade de dar respostas rápidas às demandas da população, depende diretamente da qualificação, da satisfação e valorização de seu corpo funcional.
Isto está permitindo dar o devido encaminhamento às reivindicações dos servidores, contratar mais pessoal efetivo e qualificar nossas equipes.
Adotar providências e sempre respeitando a data base, concedendo um reajuste, para todo o conjunto do funcionalismo.
Esses milhares de profissionais, que são verdadeiramente os agentes das políticas públicas, merecem muito mais do que palavras.
São merecedores de atenção especial do governo, porque é da união de esforços que vamos fazer aquilo que a sociedade espera de nós: construir um lugar melhor para se viver.



UM ABRAÇO DO AMIGO EDY!

domingo, 28 de setembro de 2014

SE RELACIONANDO NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS - SER UM BOM LÍDER COLABORADOR...



Dizemos com freqüência que queremos aprimorar a nossa comunicação, que desejamos nos relacionar melhor com as pessoas. Para isso fazemos cursos, lemos os mais variados livros, assistimos a filmes e ...nos esquecemos de praticar. E teoria sem prática é conhecimento inútil. Nunca estamos prontos a sempre muito o que aprender no que se refere ao bom relacionamento com as pessoas  Via de regra o tratamento que recebemos é a conseqüência do tratamento que dispensamos. Diga as verdades que precisam ser ditas,abra o jogo. Ouça a opinião e os sentimentos alheios mesmo que diferentes dos seus. Saiba elaborar e ouvir criticas e não guarde rancor,saiba perdoar e reconsiderar. Coloque-se no lugar do outro e pense como ele pensa, perceba o mundo com os seus olhos e depois dialogue. Ao final seja flexível , reconheça as suas falhas e seus avanças na arte de relacionar-se. Qualquer organização é composta de duas ou mais pessoas, que interagem entre si, por meio de relações recíprocas, para atingir objetivos comuns.  A definição dos padrões comportamentais gerais de liderança na instituição deve ser condizente com os valores organizacionais e ter em vista uma gestão institucional com alto padrão de desempenho. Ter o perfil de liderança adequado fará toda a diferença para a organização no cumprimento da sua missão e no alcance da sua visão. De uma maneira geral, as organizações precisam de lideranças com o seguinte perfil: ético, guardião dos valores institucionais, comprometido, comunicativo, focado em resultados, empreendedor, visionário, facilitador de mudanças, dentre outros.............

DO AMIGO EDY!

LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL????????????

LOA 2015 - Projeto de Lei nº 13/2014-CN

Relator-Geral: Senador ROMERO JUCÁ (PMDB/RR)
Relator da Receita: Deputado PEDRO UCZAI (PT/SC)
LOA - Lei Orçamentária Anual compreende: - o orçamento fiscal referente aos Poderes da União, seus fundos, órgãos e entidades da administração direta e indireta, inclusive fundações instituídas e mantidas pelo poder público; - o orçamento de investimento das empresas em que a União, direta ou indiretamente, detenha a maioria do capital social com direito a voto; - o orçamento da seguridade social, abrangendo todas as entidades e órgãos a ela vinculados, da administração direta ou indireta, bem como os fundos e fundações instituídos e mantidos pelo poder público.

Tramitação no Congresso Nacional - Ciclos


http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/orcamentobrasil/loa/loa-2015


DO AMIGO EDY!

terça-feira, 23 de setembro de 2014

O MUANENSE EDUARDO GOMES NOS DEIXOU DESSA VIDA PARA A GLÓRIA DE DEUS.

Vamos homenageá-lo com os olhos cheios de lágrimas não mais de dor e sim de esperança, esperança em DEUS na vida e no amor... Encontrar-nos-emos em sonhos, pensamentos, em recordações... o carinho não morrem naqueles que se despedem no mundo, e o estado de distância nos ensina a amar mais ainda, o amor é mais forte que a distância e o tempo, nossos pensamentos estão entrelaçados, estamos com você nas lembranças, nas lagrimas, na saudade, no coração.

Amamos-te!

SAUDADES ETERNAS DE SEU PRIMO EDY GOMES !

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

VI ENCONTRO SOBRE CÂNCER DE BOCA - CASTANHAL-PÁ

Castanhal vai sediar VI Encontro sobre Câncer de Boca

09.09.14 - A Câmara Municipal de Castanhal será palco, de 18 a 20 de setembro, do VI Encontro sobre Câncer de Boca, promovido pelo Conselho Regional de Odontologia (CRO-PA), por meio da Comissão de Câncer de Boca, em conjunto com o 3º Centro Regional de Saúde da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e o Serviço Social do Comércio (Sesc-Castanhal). Podem participar cirurgiões-dentistas, técnicos e auxiliares em Saúde Bucal e profissionais de áreas afins.
O objetivo do Encontro é alertar sobre a necessidade de criação de uma Política Estadual sobre Câncer de Boca e haja um protocolo estadual de atenção ao paciente com lesão, desde o diagnóstico, passando pelo tratamento até o acompanhamento. Segundo a cirurgiã-dentista do Sesc-Castanhal e presidente do Encontro, Sílvia Belém, outra finalidade é “fomentarmos nos profissionais de Odontologia a sensibilidade em realizar um exame clínico mais apurado e cuidadoso nas práticas diárias”. 
É a primeira vez que o evento acontece em Castanhal, as edições anteriores ocorreram nos municípios de Tracuateua, Salinópolis, Capanema, Bragança e Belém, sendo que na capital paraense ocorreu durante o X Congresso Internacional de Odontologia da Amazônia, promovido pela ABO-PA em junho de 2013.
Para Sílvia, é importante que acontecer em Castanhal porque possibilitará informar e atualizar os cirurgiões-dentistas da região Nordeste do Estado assim como a Região Metropolitana de Belém, no que tange às práticas viáveis para o diagnóstico precoce, tratamento e prevenção do câncer de boca. “O Sesc decidiu apoiar o Encontro porque é uma instituição que acredita ser a prevenção a forma mais eficaz de evitar a instalação e progressão de prováveis doenças da cavidade oral”, acrescentou Sílvia.
História –I Encontro sobre Câncer de Boca da Região do Salgado, realizado em 2009, em Tracuateua, a partir da necessidade dos cirurgiões-dentistas da região debaterem o tema, uma vez, que constatavam no dia a dia de atendimento um crescente número de óbitos e casos de câncer de boca na população daquela região. Os dentistas sentiram, então, a necessidade de obter um suporte técnico diferenciado, além de mais informações a respeito da doença, dados atualizados do perfil epidemiológico estadual, diagnóstico, tratamento, acompanhamento dos casos, bem como a padronização nos atendimentos e encaminhamentos dos pacientes a um centro de referência para um efetivo tratamento e controle da doença.
Estimativa – De acordo com o Instituto Nacional do Câncer, estimam-se, para o Brasil, no ano de 2014, 11.280 casos novos de câncer da cavidade oral em homens e 4.010 em mulheres. Tais valores correspondem a um risco estimado de 11,54 casos novos a cada 100 mil homens e 3,92 a cada 100 mil mulheres.

No Pará, conforme o Inca, a estimativa é de 190 casos de câncer de boca em 2014, sendo 120 em homens e 70 em mulheres, dos quais 50 na capital paraense. Os 120 casos masculinos correspondem a 3,06 casos por 100 mil habitantes e os 70 femininos a 1,80 casos por 100 mil habitantes.

 

Ainda segundo o Inca, o câncer de cavidade oral é considerado um problema de saúde pública em todo o mundo. A última estimativa mundial apontou que ocorreriam cerca de 300 mil casos novos e 145 mil óbitos, para o ano de 2012, por câncer de boca e lábio. Desses, cerca de 80% ocorreram em países em desenvolvimento. As mais altas taxas de incidência foram observadas em populações da Melanésia, do Centro-Sul Asiático, da Europa Oriental, Central e Ocidental, da África e da América Central.
Os principais fatores de risco para o câncer da cavidade oral são: tabagismo, etilismo, infecções por HPV, principalmente pelo tipo 16, e exposição à radiação UVA solar (câncer de lábio). Contudo, entre tais fatores, destacam-se o tabagismo e o etilismo. Estudos mostram um risco muito maior de desenvolver câncer na cavidade oral em indivíduos tabagistas e etilistas do que na população em geral, evidenciando a existência de uma sinergia entre o tabagismo e o etilismo. Ressaltam ainda um aumento no risco de acordo com o tempo que a pessoa fuma, com o número de cigarros fumados por dia e com a frequência de ingestão de bebidas alcoólicas.
A dieta também parece exercer um papel importante na prevenção desse tipo de câncer. Alguns estudos de base hospitalar reportam que o aumento da ingestão de frutas e vegetais contribui para a diminuição do risco de desenvolver essa neoplasia.
As taxas de incidência para câncer de cavidade oral relacionado à infecção pelo HPV, como amígdala, base da língua e orofaringe, vêm aumentando entre a população de adultos jovens em ambos os sexos. Parte desse aumento pode ser em razão de mudanças no comportamento sexual.
Apesar disso, as taxas de mortalidade por câncer da cavidade oral apresentam um declínio na maioria das populações masculinas. Contudo, em mulheres, esse comportamento ainda não pode ser observado, porque o início do uso do tabaco por elas foi posterior ao dos homens.
A melhor forma de diminuir a incidência dessa doença é controlar os fatores de risco que conhecidamente favorecem seu desenvolvimento. Para reduzir a mortalidade, é necessário que haja diagnóstico precoce feito por meio do exame clínico dos tecidos da boca, realizado obrigatoriamente por um profissional de saúde capacitado, com o qual será possível identificar tanto lesões potencialmente malignas quanto o câncer em estágios iniciais, possibilitando um tratamento menos agressivo e o aumento da sobrevida. O autoexame não deve ser preconizado como método preventivo com o risco de mascarar lesões e retardar o diagnóstico do tumor.
Serviço: para participar do Encontro, baixe a ficha de inscrição logo abaixo do texto, preencha e envie para o e-mail silvinhabelem@hotmail.com.  A inscrição também pode ser feita a partir das 14h do dia 18 de setembro, na Câmara Municipal de Castanhal (Av. Major Wilson, nº 450, Nova Olinda, Castanhal-PA)

PROGRAMAÇÃO
DIA 18/09/2014
  • 08h00 – Caminhada da Conscientização - Concentração na Praça Matriz
  • 08h30 – Início da caminhada (Av. Barão do Rio Branco)
  • 10h30 – Final da caminhada - Praça Matriz
  • 14h00 – Palestra para Auxiliares em Saúde Bucal e Técnicos em Saúde Bucal:
              Acolhimento e Assistência Odontológica ao Paciente Sob Tratamento
              Oncológico – Dra. Ieda da Cunha - CRO- PA
  • 16h00 – Intervalo
  • 16h15 – Prevenção e autoexame oral – Dra. Ieda da Cunha - CRO-PA
  • 18h00 – Encerramento
DIA 19/09/2014
  • 08H00 – Credenciamento (inscrição no encontro)
  • 09h00 – Desafios da Bioética em relação ao câncer de boca – Dr. Luciano Elói Santos - CRO-MG
  • 10h00 – Câncer bucal – Diagnóstico diferencial e aspectos clínicos - Ana Paula Silva - CRO-MG
  • 12h00 – Intervalo
  • 14h00 – Odontologia Oncológica para o Clínico – Dr. Lucas Machado de Menezes -CEO Capanema - PA
  • 15h30 – Saúde Bucal Indígena – Dra. Manuella Colaço / Responsável Técnica de Saúde Bucal Indígena – PA
  • 16h00 - Intervalo
  • 16h15 - Coordenação Estadual de Saúde Bucal da SESPA
  • 16h45 – Política Nacional de Saúde Bucal – Dr. Edson Lucena / Coordenação Nacional de Saúde Bucal do Ministério da Saúde
  • 17h00 – Fórum sobre câncer de boca no Estado do Pará
  • 19h00 – Abertura oficial e coquetel
DIA 20/09/2014
  • 08h00 – Leucoplasia – Dr. Helder Antonio Rebelo Pontes / HUJBB - UFPA
  • 09h30 - Tratamento Cirúrgico das Neoplasias Bucais – Dr. Ricardo Carvalho / HUJBB - UFPA
  • 10h30 - Intervalo
  • 10h45 - Osteonecrose por Bifosfonato – Dr. Nicolau Conte Neto / HUJBB - UFPA
  • 12h00 – Encerramento
Texto: Roberta Vilanova/Ascom/CRO-PA



DO AMIGO EDY GOMES!

terça-feira, 9 de setembro de 2014

BONS E MAUS GESTORES DE PESSOAS NA SAÚDE.


No meu ponto de vista a  função de  um gestor, que se estende aos cargos de coordenador, gerente, diretor e presidente de uma organização, está calcada no seguinte tripé:Pessoas,Processos e Resultados
O "bom" gestor é aquele que consegue harmonizar com maestria estes três requisitos fundamentais à gestão, tendo como elemento permeador destes três fatores a liderança.

Gestão é fazer certo as coisas; liderança é fazer as coisas certas.Agindo deste modo a boa gestão está garantida. Porém, todos sabem que esta tarefa não é nada fácil. Por quê?
Um bom técnico, por exemplo, poderá ser um péssimo gestor de pessoas. Sabe-se que a gestão de pessoas é um item fundamental, já que é impossível obter-se resultados sem ela. No passado se dizia que o gestor/líder era aquele que influenciava pessoas, hoje as modernas teorias dizem que só é possível obter-se resultados com as pessoas, e não através delas. E a palavra "com", substrato importante de palavras como "comunicação", é que faz toda a diferença. "Com" pressupõe junto e compartilhando resultados a serem alcançados de forma comprometida. E não pense você que o palavrório é o mais importante. Cansei de ver péssimos gestores com palavrório impecável, porém com atitudes deploráveis. Não subestime a inteligência de seus funcionários, e pelo amor de Deus não os chame de colaboradores caso eles estejam desmotivados. Ninguém em sã consciência valoriza palavras ocas. Somos muito mais motivados por atitudes coerentes do que por palavras.Portanto, se você tem em sua área um jovem técnico promissor treine-o muito antes de promovê-lo. E não cometa a burrada (tão comum nos dias atuais) de transformá-lo sem maturar em um gerente ou diretor. Embora a idade não seja garantia nenhuma de maturidade, para a gestão de pessoas é preciso ser maduro. Óbvio que antes disto ele precisará maturar muito na carreira técnica, já que ninguém respeita aquele que apesar de gestor não conhece a área em que atua.Apesar dos rumores da tal "Geração Y", grandes problemas têm sido verificados em pessoas que até sabem gerenciar um projeto, mas não conseguem e são inábeis para gerenciar pessoas. Muita gente ainda acha que gestão de projetos é igual a gestão de pessoas. Ledo engano. Se você procurar informações fidedignas sobre a geração "Y" fatalmente não encontrará nada que preste. Obviamente toda e qualquer geração, em função de fatores históricos, tem diferenças entre si. Isto não significa, porém, que jovens talentos estejam aptos para se tornarem gestores, muito menos de pessoas. Há gestores que sofrem de um mal chamado "Cegueira de Gestão". Quando como coach ou desenvolvendo um trabalho em grupo dentro de uma empresa ouço "Meu chefe não vê ou não percebe...", sei que estou diante de um pobre ser cujo chefe (gestor) é cego, ou melhor, ele não quer ver o que se passa à sua volta. É o tipo de gestor voltado apenas ao seu próprio "status" e que trata todos de forma igual. Se trata igual, trata de forma injusta, já que não há ninguém igual a ninguém. Ele trata a todos como pastéis: o mesmo formato, e não percebe, mesmo assim, que os recheios mudam!

Este tipo de gestor é total responsável pela saída de bons funcionários, aqueles que vestem a camisa e são comprometidos e responsáveis naturalmente. Quando estes gestores dão mérito para todos, por exemplo, dividem as migalhas "entre todos" os funcionários, afinal de contas ele não quer entrar em conflito direto com ninguém. 
Fácil ser um bom gestor? Não é mesmo, requer algo pouco valorizado em nossa sociedade: uma dose extra de esforço!



DO AMIGO EDY!

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

ELEIÇÕES 2014 - DEMOCRACIA - INTELIGÊNCIA - REFLEXÃO.

Estamos a poucos dias das eleições,onde o povo é convocado para escolher o próximo governo. Ano de nivelamento social,onde o rico lembra que o pobre existe ,sentando na mesma mesa,bebendo no mesmo copo rsrsr , mas é tudo armação e fingimento, o que eles querem é o “poder”.Somos desprezados por uma elite dominante que se julga dona da cidade ,por favor meu povo,não venda seu voto!!Quando vendemos nosso voto, aumentamos o domínio do rico e traímos nosso povo tão carente de respeito e atenção.Vote na melhor proposta,precisamos constituir governos inteligentes,sensíveis e preparados para enfrentar nossos problemas.Estamos a poucos dias  das próximas eleições e os grupos políticos já se organizam para o próximo pleito. De um lado, pesquisas, alianças, conchavos... de outro lado, eleitores desanimados, triste, desiludidos.... A festa da democracia é uma piada com candidatos oportunistas, centralizados no único alvo: “o poder”. Ah,como isso é pequeno e sem propósito!!Mas nós não podemos desanimar o voto é o único trunfo que possuímos. Se estas vagas fossem ocupadas por indicações, seria muito pior , pois seriam dadas aos filhos dos doutores e dos ricos da cidade.Nós conhecemos os perfis dos nossos candidatos e sabemos que são elementos acostumados ao luxo e à riqueza material; por isso, eles não conhecem os nossos problemas, pois não enfrentaram as mesmas dificuldades que nós na saúde, na educação, na habitação, na segurança....O voto nos faz soberanos e importantes, mas devemos nos sentir assim antes e depois das eleições. Nós somos o enfeite e a alegria da cidade, por isso, precisamos nos valorizar. Afinal, a cidade não é uma fazenda de propriedade particular, ou é?Yes,we can! Sim, nós podemos! Podemos reivindicar e cobrar a solução dos nossos problemas. A democracia nos permite isso e isso é fazer democracia. Que outro motivo nós teríamos para viver, se não para defender os fracos, oprimidos e injustiçados? Porque a dor é para todos, mas as alegrias, não. A má distribuição de renda é um dos grandes problemas do Brasil.Tal problema começa dentro das prefeituras ,as melhores vagas de emprego ,são dadas aqueles que menos precisam.Eles são moradores de casa com piscina,recebedores de boas aposentadorias e estão dentro da prefeitura dobrando o salário deles.É isso competência?Achamos que não, pois não passaram pela prova escrita e se assim fosse ,o serviço público teria melhorado .Isso é favoritismo!Mas como assim ?Que brincadeira de mal gosto é essa?A população trabalha suadamente para se sustentar,o INSS para nos ceder um simples auxílio doença nos submete às maiores humilhações ,enquanto ricos e aposentados desfrutam do banquete sem nenhum obstáculo.Não alcançaremos uma sociedade justa e equilibrada sem sensibilidade social ,existem muitos esperando oportunidade ,não é justo ver estas vagas ocupadas por ricos e aposentados.O desemprego é uma das maiores violência ,pois nos tira o direito a uma vida digna e decente,nos trazendo grandes problemas sociais e econômicos.

DO AMIGO EDY!

terça-feira, 5 de agosto de 2014

UM MÊS DE FALECIMENTO DO CABO DA PM MARCELO OLIVEIRA DOS SANTOS.




Um Mês completa hoje do falecimento do CABO DA PM MARCELO OLIVEIRA DOS SANTOS,  quanta saudade, quanto sofrimento que nos causou a separação, porém hoje uma suave brisa soa  no rosto de seus familiares e temos a certeza de que ele continua aqui, mesmo que não estejamos vendo, mas sua presença é sentida em todos os momentos de nossas vidas.
Vamos lembrar do MARCELO como um trabalhador Militar que honrava a farda que vestia, sempre desenvolvendo suas atividades profissionais com muita responsabilidade e amor a pátria. Um cara fora de sério que fazia o possível e o impossível pela sua Família que hj sofre por sua perda.
Queremos agradecer carinhosamente a todas as pessoas que o ajudaram nos momentos mais difíceis e que de perto acompanharam nosso sofrimento, nossa dor e a imensa saudade que nos invade, nosso muito obrigado de coração. Na hora da dor DEUS coloca anjos em nossas vidas pra nos ajudar a passar pelos caminhos de espinhos.. São muitos sonhos que vão embora de repente, momentos maravilhosos que nunca serão vividos, é chorar em silêncio muitos dias e muitas noites, é ter um olhar sempre triste, é sentir falta de ar de tanta dor, é desejar com todas as forças que o senhor MARCELO OLIVEIRA DOS SANTOS estivesse vivo e perto de nós, mesmo sabendo que hoje você está melhor do que nós, que está nos braços de DEUS e que iremos nos reencontrar um dia. É dormir implorando aos anjos para te trazer em sonho para conosco se alegrar e acordar despedaçados por mais um dia ter que esforçar para acreditar que você não está mais aqui.
Sua missão foi maravilhosa o suficiente pra ser verdadeira e grandiosa cheia de amor e humildade... Não seria justo mantê-lo preso ao corpo terreno quando DEUS  o convida a viver em seu amor. Estranhamento  a dor é uma espécie de combustível  para o espírito. Uma força que nos obriga a olhar as pessoas de forma mais profunda, aprendendo silenciosamente a dar valor ao bom dia, ao beijo antes de dormir, a medir as palavras dura antes de falar...a dor ensina e maltrata, nos encoraja e nos faz covardes, nos faz vencedores e derrotados.

Amamos-te!

De: IZABELA GOMES, IZABELLE GOMES DOS SANTOS, MARCELO OLIVEIRA DOS SANTOS JUNIOR,EDINALDO GOMES, EDIMILSON, , ROGÉRIO, CLAÚDIA, ELIANA, TONINHA,HELOIZA, OSMAR  JUNIOR, FELIPE, BRUNO , BETIZA, RODRIGO, PRISCILA, SARAIVA, ONEIDE, ROSEANE, MÁRCIA,ETC... DENTRE OUTROS FAMILIARES E AMIGOS QUE AQUI NÃO FORAM CITADOS.

DO AMIGO EDY GOMES!


sexta-feira, 1 de agosto de 2014

O CONASEMS INFORMA QUE PAGAMENTO ESTARÃO DISPONÍVEIS....



O CONASEMS informa que, segundo o Fundo Nacional de Saúde, serão ordenados dia 31/07/2014, quinta-feira, os pagamentos referentes às ações/estratégias Saúde da Família, Saúde Bucal, Agentes Comunitários de Saúde e aos Núcleos de Apoio à Saúde da Família.

Fique atento ao float do banco. O valor deve estar disponível na conta a partir do próximo dia útil posterior ao depósito


DO AMIGO EDY!

sábado, 26 de julho de 2014

ADMINISTRANDO COM PERFEIÇÃO E RESPONSABILIDADE.

 A  função de  um gestor, que se estende aos cargos de coordenador, gerente, diretor e presidente de uma organização, está calcada no seguinte tripé:Pessoas,Processos e Resultados. O "bom" gestor é aquele que consegue harmonizar com maestria estes três requisitos fundamentais à gestão, tendo como elemento permeador destes três fatores a liderança. Gestão é fazer certo as coisas; liderança é fazer as coisas certas.Agindo deste modo a boa gestão está garantida. Porém, todos sabem que esta tarefa não é nada fácil. Por quê?

          Um bom técnico, por exemplo, poderá ser um péssimo gestor de pessoas. Sabe-se que a gestão de pessoas é um item fundamental, já que é impossível obter-se resultados sem ela. No passado se dizia que o gestor/líder era aquele que influenciava pessoas, hoje as modernas teorias dizem que só é possível obter-se resultados com as pessoas, e não através delas. E a palavra "com", substrato importante de palavras como "comunicação", é que faz toda a diferença. "Com" pressupõe junto e compartilhando resultados a serem alcançados de forma comprometida. E não pense você que o palavrório é o mais importante. Cansei de ver péssimos gestores com palavrório impecável, porém com atitudes deploráveis. Não subestime a inteligência de seus funcionários, e pelo amor de Deus não os chame de colaboradores caso eles estejam desmotivados. Ninguém em sã consciência valoriza palavras ocas. Somos muito mais motivados por atitudes coerentes do que por palavras.Portanto, se você tem em sua área um jovem técnico promissor treine-o muito antes de promovê-lo. E não cometa a burrada (tão comum nos dias atuais) de transformá-lo sem maturar em um gerente ou diretor. Embora a idade não seja garantia nenhuma de maturidade, para a gestão de pessoas é preciso ser maduro. Óbvio que antes disto ele precisará maturar muito na carreira técnica, já que ninguém respeita aquele que apesar de gestor não conhece a área em que atua.Apesar dos rumores da tal "Geração Y", grandes problemas têm sido verificados em pessoas que até sabem gerenciar um projeto, mas não conseguem e são inábeis para gerenciar pessoas. Muita gente ainda acha que gestão de projetos é igual a gestão de pessoas. Ledo engano. Se você procurar informações fidedignas sobre a geração "Y" fatalmente não encontrará nada que preste. Obviamente toda e qualquer geração, em função de fatores históricos, tem diferenças entre si. Isto não significa, porém, que jovens talentos estejam aptos para se tornarem gestores, muito menos de pessoas. Há gestores que sofrem de um mal chamado "Cegueira de Gestão". Quando como coach ou desenvolvendo um trabalho em grupo dentro de uma empresa ouço "Meu chefe não vê ou não percebe...", sei que estou diante de um pobre ser cujo chefe (gestor) é cego, ou melhor, ele não quer ver o que se passa à sua volta. É o tipo de gestor voltado apenas ao seu próprio "status" e que trata todos de forma igual. Se trata igual, trata de forma injusta, já que não há ninguém igual a ninguém. Ele trata a todos como pastéis: o mesmo formato, e não percebe, mesmo assim, que os recheios mudam!

           Este tipo de gestor é total responsável pela saída de bons funcionários, aqueles que vestem a camisa e são comprometidos e responsáveis naturalmente. Quando estes gestores dão mérito para todos, por exemplo, dividem as migalhas "entre todos" os funcionários, afinal de contas ele não quer entrar em conflito direto com ninguém. 
Fácil ser um bom gestor? Não é mesmo, requer algo pouco valorizado em nossa sociedade: uma dose extra de esforço!

DO AMIGO EDY!

REPASSE DO GOVERNO FEDERAL:1.849 AGENTES DE SAÚDE CONSEGUIRAM GARANTIR O "PISO NACIONAL" DE R$ 1.014, 00


Olarte dá reajuste de 14,7% para agentes de Saúde

A partir de agosto, os 1.640 agentes de saúde e os 209 agentes de controle de endemias de Campo Grandepassarão a receber o piso nacional da categoria (R$ 1.014,00), sancionado em junho pela presidente Dilma Roussef que, somado às gratificações por produtividade e ao cartão-alimentação de R$ 140,00, vai garantir um reajuste de 14,72% . O vencimento bruto dos 1.849 agentes vai passar de R$ 1.505,39 para R$ 1.727,00, enquanto os agentes de combate a endemias ganharão R$ 1.440,00. Em média, a Prefeitura terá um custo adicional mensal de R$ 9,74 por agente, já que 95% do valor do novo piso será repassado pelo Ministério da Saúde para o Fundo.  Um custo adicional de R$ 18 mil que a Prefeitura tem condições de absorver”, explica o prefeito.

Saiba mais sobre:

O prefeito Gilmar Olarte sancionou nesta sexta-feira (18), na Câmara Municipal, o projeto de lei 7.559 aprovado pelos vereadores e que autoriza o Executivo a pagar o piso salarial dos agentes, que terá correção anual pelo INPC (Índice Nacional de preços ao Consumidor). Na presença de centenas de agentes que lotaram o plenário do Legislativo, o prefeito cobrou deles empenho nas ações preventivas que desenvolvem de casa em casa. Lembrou os avanços concedidos neste ano à categoria, que conquistou ainda a redução da jornada de trabalho de 40 para 30 horas semanais e o cartão-alimentação. “Nossa administração quer ter como marca a melhoria na qualidade da saúde. Além de atacar os problemas da urgência e emergência, vamos trabalhar para que a atenção básica seja reforçada, para que ao invés de tratarmos da doença, tratarmos da saúde com medidas preventivas, que tem nos agentes uma ferramenta fundamental de difusão”, destacou o prefeito.

No último dia 12 de junho, a presidente Dilma sancionou a lei 12.994 que institui o "piso salarial" para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE), em todo o território nacional. Com isto, o salário-base dos agentes mês que sobe 23,75% , passando de R$ 819,34 para R$ 1.014,00. Conforme a nova legislação, 95% deste incremento de R$ 194,70 (o equivalente a R$ 184,96) serão pagos pela União, enquanto o município entra com a parcela complementar de 5% (R$ 9,74). “Neste formato de financiamento, a Prefeitura tem condições de implementar o novo piso sem comprometer o limite de gastos com pessoal fixado pela Lei de Responsabilidade Fiscal”, comenta o prefeito.

Além do "piso," os agentes ganham R$ 335,000 de produtividade SUS; R$ 115,00 de incentivo estadual; R$ 96,00 para quem alcançar a meta de visitas domiciliares (10 por dia) e os R$ 140,00 do cartão-alimentação, totalizando o valor bruto de R$ 1.725,00, a partir de agosto.

Presente à solenidade de sanção do novo piso dos agentes, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos, Marcos Tabosa, considerou a regulamentação sancionada pelo prefeito, o “resgate da valorização por estes trabalhadores que exercem um papel fundamental nas ações de prevenção à saúde”.

Entre os trabalhadores, o clima era de euforia. “Com este novo piso e a jornada de seis horas, vamos dar muito mais motivado”, comemora a agente Nelini Ransoni, do Nova Lima, que há seis anos cumpre uma rotina diária de visitas domiciliares. A agente Alessandra Pereira, do Bonanza, também vê como positivo a fixação do novo piso. “É uma reivindicação antiga que finalmente está sendo implementada".

Divulgação: Mobilização Nacional dos Agentes de Saúde - MNAS
Uma mega rede voltada aos Agentes de Saúde (ACS e ACE)  
MNAS no MSN: MNAgentesdeSaude.groups.live.com  
Canal no YouTube: www.youtube.com/mobilizacaodosacs  
No Facebook: www.facebook.com/groups/agentesdesaude   
No Grupo Yahoo!: br.groups.yahoo.com/group/agentedesaude   
Ferramenta no Inforum: Fórum no Inforum   
Jornal dos Agentes de Saúde do Brasil e MNAS: www.agentesdesaude.com.br
Fonte: www.folhacg.com.br

DO AMIGO EDY!