quinta-feira, 30 de agosto de 2012

ULTIMAS EM MUANÁ - SAÚDE



O Blog vem recebendo muitas reclamações por partes dos usuários do SUS, revoltados com o péssimo atendimento oferecido pela recepção do PSF NOSSA SENHORA DE NAZARÉ, aqui em MUANÁ. São relatos de pessoas que chegam cedo na fila para conseguir ser atendidas pelos profissionais que ali trabalham. Alguns servidores, (não todos), não primam por um bom atendimento, esquecem do “Princípio Constitucional da Eficiência”.Não tratando os usuários com cordialidade,gentileza e eficiência!! Realmente, o cenário apenas enaltece a falta de preparo, ética, relações humanas e o cuidado com vida de quem busca o atendimento, seja crianças, adultos, jovens, idosos, etc...Que muitas das vezes são submetidos a uma situação vexatória e humilhante por parte desse despreparo profissional. Deixo a insatisfação dos usuários que a muito tempo vem convivendo com esse comportamento sem conduta das pessoas que deveriam,dar carinho,atenção,orientação,etc...Realmente há queixas mesmo do comportamento de alguns funcionários do PSF NAZARÉ por outras pessoas,por serem ignorantes,arrogantes,e sem preparo algum pra lidar com seres humanos! A permanência de pessoas assim, a gente não entende, né?  Ou talvez não procure entender. O jeito mesmo é procurar uma delegacia de polícia e depois a justiça. Diz alguns usuários indignados com tanta falta de respeito e ética.Deixando registrada sua decepção e insatisfação pelo atendimento prestado pelo PSF NOSSA SENHORA DE NAZARÉ,apesar de ter uma estrutura predial boa e nome reconhecido na localidade,esta deixando muito a desejar na qualidade de atendimento,informação e tratamento adequado com os usuários do Sistema.As vezes fico imaginando que leva um funcionário publico que depende dos nossos impostos para pagar seu salário! a servir tão ruim as pessoas! E assim que acontece o cidadão chega já com tantos problemas, nervoso ao POSTO DE SAÚDE  e os Funcionários (alguns),  acham que estão fazendo favor, então o paciente muita das vezes  perde o resto da razão quebra tudo, mata e o paciente e errado?
Como diz o artigo: 331
DESACATAR FUNCIONÁRIO PÚBLICO NO EXERCICÍO DA FUNÇÃO OU EM RAZÃO DELA: PENA-DETENÇÃO (PRISÃO) DE 6 (SEIS) A 2 (DOIS) ANOS,OU MULTA.
OBS: MAIS O USUÁRIO DEVERIA SER LEMBRADO, QUANDO A SITUAÇÃO FOR AO CONTRÁRIO O QUE OS MESMO DEVEM FAZER? COMO O ARTIGO APENAS ESPECFICA O LADO DO SERVIDOR, O CLIENTE SE SENTE ACUADO E SEM RAZÃO ALGUMA DE FAZER QUALQUER QUESTIONAMENTO.
As pessoas não vão ao POSTO DE SAÚDE  buscar briga, vai porque precisam, e olha quanta palhaçada, SERVIDORES  sem EXPERIÊNCIA,ÉTICA,RESPONSABILIDADE que acabam abusando das pessoas. 
Quero parabenizar a coordenadora do PSF NOSSA SENHORA DE NAZARÉ, que com clareza e profissionalismo consegue atender a demanda e os anseios para o funcionamento do programa saúde da família, junto com sua equipe de agentes comunitários de Saúde.
Senhor Gestor em Saúde seria muito importante você tomar conhecimento dessas situações que muitas das vezes ultrapassa todos os limites de conduta,se possível capacitar  profissionais que atuam na recepção dos clientes-usuários, com curso de relações humanas para poderem lidar com precisão com os CLIENTES do SUS.

DO AMIGO EDY!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

ELEIÇÕES EM MUANÁ 2012





Os candidatos que concorrerão aos Cargos elegíveis na Prefeitura de Muaná, sejam no legislativo e executivo,além de irem corpo a corpo com os eleitores  de Muaná, deveriam através dos meios de comunicação da Cidade, Blog do Edy Gomes, Jornal Informativo Hoje ou até mesmo na Internet colocar suas “Propostas Democráticas para a Cidade”, seja sobre Meio Ambiente, Saúde, Educação, Transporte e Mobilidade Urbana, Saneamento e Moradia ou Fiscalização nas Obras Públicas. Sempre em defesa dos Direitos Políticos, Sociais, Econômicos e Ambientais, construindo com suas propostas um espaço de discussão e identificação das demandas urgentes e reais da Sociedade Muanense.
Os candidatos também terão a oportunidade de firmar   compromisso regional neste momento de eleições. Assim, estarão assumindo, perante seus eleitores (as) e a Sociedade em geral, a obrigação moral de lutar pelo  desenvolvimento do Município e  pelos direitos de todos os cidadãos Muanense que reside no Município. A campanha é um momento de politizar a população e dialogar sobre os problemas da cidade, visando buscar alternativas, colher sugestões e envolver os moradores na escolha dos seus representantes no Município.
Gostaria que a população participasse, apresentando sugestões e compare as propostas dos candidatos para decidir em quem irá votar em 2012.

DO AMIGO EDY!

PRÉDIO DA RECEITA FEDERAL PEGA FOGO EM BELÉM



Edifício pegou fogo no final da noite deste domingo (26), em Belém
Duas viatutas do Corpo de Bombeiros permanecem  no prédio da Receita Federal, que pegou fogo por volta as 23h da noite deste domingo (26). Ainda há um foco de incêndio no último andar do prédio. O incêndio teve início no 7º andar e atingiu pelo menos 4 andares do prédio, que fica na Rua Gaspar Viana, centro de Belém.
DO AMIGO EDY!

Gestações múltiplas exigem acompanhamento médico cuidadoso




A gestação múltipla, aquela que contém dois (gestação gemelar) ou mais fetos simultaneamente, tem características particulares que demandam um acompanhamento cuidadoso por parte do médico e da própria gestante. Diferentes causas explicam esse tipo de gestação: hereditariedade, raça (mulheres negras geralmente têm mais chances que as mulheres brancas e, as brancas, mais chances que as asiáticas) e o tratamento de fertilidade, são algumas delas. De qualquer forma, além da emoção em dobro, esse tipo de gestação exige médicos e serviços especialistas no caso, como esclarece o médico obstetra Paulo Nassar, do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz).
Quais as chances de uma mulher ter uma gravidez múltipla?
Historicamente as gestações gemelares correspondiam por cerca de 1% do total de gestações. Atualmente, com o aumento do uso de técnicas de reprodução assistida, podemos observar taxas maiores que 3% em algumas regiões do mundo, inclusive no Brasil.
Por que alguns bebês gêmeos são idênticos e outros não?
Apesar de ambos os mecanismos não estarem completamente esclarecidos, assume-se que os gêmeos diferentes são oriundos da fecundação por espermatozóides diferentes de dois óvulos distintos no mesmo ciclo,  enquanto os gêmeos idênticos compartilham o mesmo material genético.
O pré-natal de gêmeos precisa ser mais rigoroso?
O pré-natal de gêmeos deve ser encarado de uma forma completamente distinta daquele realizado em gestações únicas. Além do risco de prematuridade, existe um risco maior de doenças associadas à gravidez, como pré-eclâmpsia e diabetes gestacional. Há necessidade também de uma programação específica dos exames pré-natais e do parto, dependendo  se os gemelares compartilham uma única placenta ou placentas diferentes. Gêmeos de uma placenta única têm maior risco para complicações do que aqueles com duas placentas.
Quais são as chances de ter um parto prematuro em uma gravidez de gêmeos?
As chances de parto prematuro são um pouco maiores que 40% em gestações gemelares e em torno de 75% em gestações trigemelares. Para efeito de comparação, nas gestações únicas a prematuridade ocorre em cerca de 10% dos partos.
A mãe precisará ficar de repouso?
O grau de repouso deverá variar de acordo com cada caso. O mais importante é que a grávida de gêmeos procure médicos e serviços acostumados a abordar de forma diferenciada as gestações múltiplas, como temos feito, há alguns anos, no IFF/Fiocruz.
Por: Daniela Savaget/ Instituto Fernandes Figueira
Gestações múltiplas exigem acompanhamento médico cuidadoso
A gestação múltipla, aquela que contém dois (gestação gemelar) ou mais fetos simultaneamente, tem características particulares que demandam um acompanhamento cuidadoso por parte do médico e da própria gestante.
_________________________________________________

A gestação múltipla, aquela que contém dois (gestação gemelar) ou mais fetos simultaneamente, tem características particulares que demandam um acompanhamento cuidadoso por parte do médico e da própria gestante. Diferentes causas explicam esse tipo de gestação: hereditariedade, raça (mulheres negras geralmente têm mais chances que as mulheres brancas e, as brancas, mais chances que as asiáticas) e o tratamento de fertilidade, são algumas delas. De qualquer forma, além da emoção em dobro, esse tipo de gestação exige médicos e serviços especialistas no caso, como esclarece o médico obstetra Paulo Nassar, do Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz).

Quais as chances de uma mulher ter uma gravidez múltipla?

Historicamente as gestações gemelares correspondiam por cerca de 1% do total de gestações. Atualmente, com o aumento do uso de técnicas de reprodução assistida, podemos observar taxas maiores que 3% em algumas regiões do mundo, inclusive no Brasil.

Por que alguns bebês gêmeos são idênticos e outros não?

Apesar de ambos os mecanismos não estarem completamente esclarecidos, assume-se que os gêmeos diferentes são oriundos da fecundação por espermatozóides diferentes de dois óvulos distintos no mesmo ciclo,  enquanto os gêmeos idênticos compartilham o mesmo material genético.

O pré-natal de gêmeos precisa ser mais rigoroso?

O pré-natal de gêmeos deve ser encarado de uma forma completamente distinta daquele realizado em gestações únicas. Além do risco de prematuridade, existe um risco maior de doenças associadas à gravidez, como pré-eclâmpsia e diabetes gestacional. Há necessidade também de uma programação específica dos exames pré-natais e do parto, dependendo  se os gemelares compartilham uma única placenta ou placentas diferentes. Gêmeos de uma placenta única têm maior risco para complicações do que aqueles com duas placentas.
 Quais são as chances de ter um parto prematuro em uma gravidez de gêmeos?
 As chances de parto prematuro são um pouco maiores que 40% em gestações gemelares e em torno de 75% em gestações trigemelares. Para efeito de comparação, nas gestações únicas a prematuridade ocorre em cerca de 10% dos partos.

A mãe precisará ficar de repouso?
 O grau de repouso deverá variar de acordo com cada caso. O mais importante é que a grávida de gêmeos procure médicos e serviços acostumados a abordar de forma diferenciada as gestações múltiplas, como temos feito, há alguns anos, no IFF/Fiocruz.

Por: Daniela Savaget/ Instituto Fernandes Figueira

DO AMIGO EDY!

MINISTÉRIO DAS CIDADES-PROGRAMAS E AÇÕES


O Ministério das Cidades atua na área de saneamento básico com o objetivo de expandir a cobertura e melhorar a qualidade dos serviços públicos de saneamento em áreas urbanas, por meio da implantação, ampliação e melhorias estruturais e de gestão, além de promover ações destinadas à salubridade e habitabilidade da população localizada em áreas urbanas com carência de infraestrutura de saneamento por intermédio de ações integradas de saneamento e urbanização.A Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental participa da gestão dos seguintes Programas de Governo: Saneamento Básico; Planejamento Urbano; Gestão de Riscos, Resposta a Desastres, e Saneamento para Todos.No Programa Saneamento Básico , a SNSA atua para a realização dos seguintes objetivos:Expandir a cobertura e melhorar a qualidade dos serviços de saneamento em áreas urbanas, por meio da implantação, ampliação e melhorias estruturantes nos sistemas de abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem e manejo de águas pluviais e resíduos sólidos urbanos, com ênfase em populações carentes de aglomerados urbanos e em municípios de pequeno porte localizados em bolsões de pobreza, por meio das seguintes iniciativas:
 Implantar medidas estruturantes que visem à melhoria da gestão em saneamento básico, compreendendo a organização, o planejamento, a prestação dos serviços, a regulação e fiscalização, e a participação e controle social, por meio das seguintes iniciativas:
·         Apoio à Elaboração de Estudos, Planos e Projetos de Saneamento (Sobre Planos Municipais de Saneamento Básico, clique aqui)
·         Interáguas
Apoio à Elaboração e Monitoramento de Planos de Saneamento Regionais e Nacional (PLANSAB; Planos de Saneamento Ambiental)
No Programa Planejamento Urbano a Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental tem atuado na promoção do fortalecimento da gestão municipal voltada ao desenvolvimento urbano integrado e com participação social, promovendo, para tanto, a seguinte iniciativa:
 No Programa Gestão de Riscos e Resposta a Desastres, a Secretaria Nacional de  Saneamento Ambiental, por meio do DDCOT e do DAGES, apóia a execução de estudos e intervenções para prevenção de riscos de deslizamentos de encostas, enxurradas, erosões marítimas e fluviais, enchentes e inundações recorrentes em áreas urbanas por meio de obras de engenharia e recuperação ambiental, por meio da seguinte ação orçamentária:

DO AMIGO EDY!
Fonte:

sábado, 25 de agosto de 2012

PARA O DJ DO MOMENTO-DANILO SHOW




 OBS: FÃ DO BOB ESPONJA RSRSRSRSRS!



Este Dia é o que DEUS fez para colocar-lhe no Mundo com alguns propósitos e alguns deles é alegrar a vida de muita gente que lhe conhece e tem o prazer de desfrutar da sua companhia.Em mais esse Aniversário seu quero lhe desejar saúde plena,paz e confiança em DEUS,que tudo se realize de acordo com o que vê melhor e com certeza está lhe abençoando para fazer de você a criatura mais feliz desse mundo. Os seus desejos,as suas realizações começam a se concretizar a partir de agora,num dia que é seu e que você constrói sem duvidar porque a vida é você. 

FELIZ ANIVERSÁRIO BOMBEIROOOOOOOOOOOOOOO!


DO SEU CUNHADO EDY GOMES!

PROPAGANDA POLÍTICA EM MUANÁ 2012




Quero deixar minha insatisfação com a forma que anda a Política em nosso Município devido a constantes reclamações de partidos sobre diversos ataques ao material de propaganda política espalhados pela Cidade, pois como cidadão Muanense, condeno o ato como criminoso, sem ética,transparência e acima de tudo responsabilidade.Pessoas assim nem deveria fazer parte da política democrática do Município,com isso fazendo os trabalhos políticos de cada partidos ou candidatos um ato de vandalismo.Destruindo  placas, cavaletes e banners…. Vamos nessa eleição ser cidadãos  com muita tranqüilidade, com seriedade e transparência.De quem é a atribuição de coibir a marginalidade na cidade, nos bairros? Sinal de que quem deveria ter competência para garantir segurança e reprimir vandalismo e marginalidade. Isso porque estou falando apenas de repressão aos atos de vandalismo, porque se a conversa for ao nível de políticas públicas nesta área da segurança, aí a incompetência é reinante. Sempre dizemos que o futuro do nosso Muaná está em nossas mãos. Isto é verdade quando lutamos pelo voto autêntico e por políticas públicas. A corrupção eleitoral não é culpa só dos nossos políticos. Ela está enraizada na mentalidade do nosso povo. Não somos bem educados para a cidadania. Basta saber que muitos acham normal a troca de voto por algum favor pessoal. O caminho é formar eleitores com perfil ético e candidatos com verdadeira motivação para o bem comum. Temos que levar em conta que a política é tudo aquilo que interessa a todos nós, o cuidado com as coisas públicas, a defesa dos direitos e deveres, o compromisso com a vida e o bem da comunidade. Então cidadãos Muanenses, vamos de forma humilde e democrática respeitar as propagandas espalhadas pela cidade e sem dúvida contribuindo pela melhor escolha(proposta para o desenvolvimento do Município) de nossos representantes.

DO AMIGO EDY!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

ATENDIMENTO AO CIDADÃO USUÁRIO DO SUS


O atendimento ao cidadão/usuário não se resume a um conjunto de tarefas e sim no modo de ser.A qualidade é uma atitude que deve ser medida não só em termos do que fazemos,mas de como fazemos.Como servidor público Municipal, vou fazer um levantamento e analisar os fatores que interferem na qualidade do serviço de atendimento ao público em alguns postos de saúde em MUANÁ e na própria secretaria de Saúde, assim como propor sugestões junto a gestão em saúde para a sua melhoria. É impossível imaginar qualquer atendimento ao cidadão/usuário, seja em instituições públicas ou em organizações privadas, sem que haja um mínimo padrão de qualidade. É fundamental compreender que atender o usuário com qualidade não se resume apenas em tratá-lo bem, com cortesia. Mais do que isso, significa acrescentar benefícios aos serviços, objetivando superar as suas expectativas. A excelência no atendimento se traduz pela busca da economia de tempo, e esforço ao cidadão, com a oferta de informações corretas, completas, atualizadas e compreensíveis, de modo que sirvam de referência para que todos falem “a mesma língua” e haja a satisfação das necessidades do usuário. A implantação de um serviço de atendimento de qualidade orientado ao cidadão na área da SAÚDE em MUANÁ, seria de um absoluto comprometimento da instituição, a começar por aqueles que determinam os rumos e as estratégias maiores, ou seja, o mais alto nível da GESTÃO. Como qualquer outra organização, a secretaria de saúde de Muaná tem de buscar formas mais adequadas e eficientes,principalmente para alguns funcionários(a) em atender o público, orientando-o como cidadão, procurando desenvolver-se dentro do espaço constitucional demarcado pelos princípios norteadores da Administração Pública, quais sejam, impessoalidade, legalidade, moralidade, publicidade e eficiência. Acolhendo os usuários do Sistema Único de Saúde do Município, com respeito e dignidade, de forma eficaz, sem discriminação, proporcionando o atendimento preferencial a idosos, gestantes, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, como àquelas acompanhadas por crianças de colo. Mas o que é qualidade em serviços, mais especificamente no atendimento?
Acredito que qualidade no atendimento não se resume apenas em tratar bem ou não seu cliente/usuário, pois cada cliente que demanda um determinado tipo de serviço cria expectativas próprias a respeito do atendimento ou do serviço. Por isso,  procurar saber quais são as expectativas criadas pelos seus clientes/usuários, na tentativa de procurar atendê-los da melhor forma possível, criando em suas mentes a concepção de qualidade do serviço prestado. É muito comum ouvir falar de que a maioria dos órgãos públicos são ruins como prestadores de serviços aos cidadãos. São classificados como ineficientes, desmotivados, preguiçosos e que não atendem as necessidades dos “cidadãos/usuários”. Entendo  que essa concepção é totalmente equivocada, vez que a Administração Pública vem desenvolvendo ações , visando-as  torná-las menos burocráticas e mais focadas no cidadão/Usuário.

DO AMIGO EDY!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

ELEIÇÕES EM MUANÁ 2012


Como já postado aqui no meu blog, política partidária é mesmo arte do tinhoso, não é?! Bem diferente do conceito da política (dinâmica) aplicada por Jesus Cristo em favor do bem comum (igualitário), a política aplicada pelos partidários, ás vezes chegam a se tornar um ato de vergonha. Quando praticados de forma dissimulada pelos seus adeptos Seriam esses, os que pretendem ser representes do povo Muanense? Não sei. Também como editor do blog e conhecedor do aprendizado da política, não faço nenhum tipo de juízo de quem tem rejeição ou aceitação popular e vive uma vida  de mentira e engano na cidade, cometendo este tipo de injustiça sem lembrar que existirá sempre o manhã para aqueles que só vive de perseguir e de fazer o mau ao seu próximo.Mas é fato que não está certo diferenciar quem paga neste ou em outro dia por conta das desavenças políticas, haja visto  os partidos quando fizeram acordos políticos e colocaram a mesma equipe, o mesmo time em campo, o fizeram porque lhe confiara tal posição. Portanto, “Daí a Cezar o que é de Cezar” ou “Quem com o ferro fere, com o mesmo ferro será ferido”, quando não se sabe fazer política, tenta se fazer com artimanhas.O processo de conscientização dá-se todos os dias e em todos os recantos onde esteja a população que precisa informar-se, de conhecer seus próprios lideres e, sobretudo, dos deveres e direitos facultados a todos aqueles que participam da sociedade prestes a escolher seus representantes para a legislatura 2013-2016O trabalho de condução da sociedade, é um trabalho de conscientização das massas e, sobretudo, é um trabalho onde a comunidade deve reivindicar seus interesses àqueles que são seus legítimos representantes. São estes representantes que devem ser bem escolhidos a ponto de não se venderem por quaisquer empreguinhos, ou quaisquer benesses que as autoridades municipais possam oferecer de maneira pessoal, em detrimento de sua vocação maior que é a de servir à comunidade como um todo. É neste sentido que os eleitores MUANENSES devem se reunir para abraçar a política e não os políticos, porque estes passam e a política fica para sempre.Pensa-se que ser vereador é somente uma maneira simpática de tratar as pessoas do município, onde reside, ou de fazer qualquer benefício a alguns que estão precisando de uma esmola para dar de comida a seus filhos que estão passando fome, ou de algum remédio a qualquer doente que não tem condições de comprá-lo. Ser vereador é uma coisa séria. É não enganar o povo de sua cidade, com doações fúteis e desnecessárias. É reivindicar o bem-estar para o seu povo, não importando o prefeito municipal ser partidário ou não. É, finalmente, lutar pelos princípios da moralO município de MUANÁ tem bons candidatos no processo de competição, como ao CONTRÁRIO não possui nos quadros de vereadores já existentes, nomes de fibra que sempre estiveram à frente de um processo democrático de atuação de vereadores que representem realmente os anseios deste povo ordeiro e trabalhador por um MUANÁ melhor , para todos, indistintamente de cor partidária, pois o vereador eleito deve obedecer aos princípios do partido, mas ser fiel ao povo de maneira geral, não somente a seus eleitores a dedo. É uma batalha dura, mas não difícil de conseguir avançar no processo eleitoral, cabe a todos que tem lideranças não se impressionar com palavras bonitas de candidatos a Vereadores e a Prefeito, pregando aos seus liderados o verdadeiro caminho do povo ser ouvido e participativo de uma prefeitura popular e democrática.O momento é sério e precisa de que se deixem de lado as amizades pessoais, para se fazer uma análise calma e fria sobre a realidade dos candidatos que se têm na pauta da eleição deste ano.Contudo nós Muanenses precisamos mudar nossa consciência política e buscar de forma mais ampla e participativa na atuação e elaboração de leis que venham trazer desenvolvimento para o nosso MUNICÍPIO .

FICA A MENSAGEM DO AMIGO EDY!

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

CASA DO LEGISLATIVO


Uma câmara de vereadores é o poder legislativo municipal. Então a principal atuação do vereador será com relação a leis - criá-las ou aprimorá-las. É muito raro alguém estudar as leis municipais antes de se lançar candidato. Geralmente o indivíduo se candidata, e até se elege, sem conhecê-las. 
A proposta de atuação de um vereador é aquela que atende os interesses de quem o eleger, que pode ser um bairro, um grupo social, uma causa. O candidato a vereador pode percorrer as RUAS da cidade, pesquisando quais a necessidades ali existentes, e traçar sua proposta de trabalho..O vereador é o membro do Poder Legislativo do município. Nessa condição, ele desempenha, como funções típicas, as tarefas de legislar e de exercer o controle externo do Poder Executivo, isto é, da Prefeitura. Isso independe se o vereador é oposição ou não.A função legislativa consiste em elaborar, apreciar, alterar ou revogar as leis de interesse para a vida do município. Essas leis podem ter origem na própria Câmara ou resultar de projetos de iniciativa do Prefeito, ou da própria sociedade, através da iniciativa popular.A função fiscalizadora está relacionada com o controle parlamentar, isto é, a atividade que o Poder Legislativo exerce para fiscalizar o Executivo e a burocracia. O controle parlamentar diz respeito ao acompanhamento, por parte do Legislativo, da implementação das decisões tomadas no âmbito do governo e da administração.Como funções típicas, a Câmara tem também competência administrativa e judiciária. Na sua função administrativa, a Câmara gerencia seu próprio orçamento, seu patrimônio e seu pessoal. A Câmara também exerce uma função administrativa quando organiza seus serviços, como a composição da Mesa Diretora, a organização e o funcionamento das Comissões, etc.A Câmara exerce uma função judiciária, porque cabe a ela processar e julgar o Prefeito por crime de responsabilidade, além de julgar os próprios Vereadores, inclusive o Presidente da Câmara, em caso de irregularidades, desvios éticos ou falta de decoro parlamentar.A função de controle da Câmara de Vereadores está prevista na Constituição Federal de 05 de outubro de 1988, no seu art.31:
Art. 31. A fiscalização do Município será exercida pelo Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo Municipal, na forma da lei.
§ 1º – O controle externo da Câmara Municipal será exercido com o auxílio dos Tribunais de Contas dos Estados ou do Município ou dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Municípios, onde houver.
Isso significa que é responsabilidade do vereador fiscalizar e controlar as contas públicas. A Câmara Municipal foi encarregada pela Constituição da República de acompanhar a execução do orçamento do município e verificar a legalidade e legitimidade dos atos do Poder Executivo. É função do vereador avaliar permanentemente a gestão e as ações do Prefeito.

DO AMIGO EDY!

CEO-Programa Brasil Sorridente

CEO-Programa Brasil Sorridente



Na ultima década, o Brasil avançou muito na prevenção e no controle da cárie em crianças. Contudo, a situação de adolescentes, adultos e idosos está entre as piores do mundo. E mesmo entre as crianças, problemas gengivais e dificuldades para conseguir atendimento odontológico persistem. Para mudar esse quadro, o governo federal criou a Política Nacional de Saúde Bucal, Brasil Sorridente, que reúne uma série de ações em saúde bucal, voltadas para cidadãos de todas as idades. Com o projeto Brasil Sorridente foram criados os Centros de Especialidades Odontológicas que estão preparados para oferecer à população, no mínimo, os seguintes serviços :

  • Diagnóstico bucal, com ênfase no diagnóstico e detecção do câncer de boca
  • Periodontia especializada;
  • Cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros;
  • Endodontia (tratamento de canal);
  • Atendimento a portadores de necessidades especiais;


Os centros são uma das frentes de atuação do Brasil Sorridente. O tratamento oferecido nos Centros de Especialidades Odontológicas é uma continuidade do trabalho realizado pela rede de Atenção Básica e no caso dos municípios que estão na Estratégia Saúde da Família, pelas equipes de Saúde Bucal.
Os profissionais da Atenção Básica são responsáveis pelo primeiro atendimento ao paciente e pelos casos de média complexidade são referenciados para o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO).
Além da implantação do CEO o nosso Município também implantou o Laboratório Regional de Prótese Dentária – LRPD para confecção de próteses totais ou parciais removíveis. Hoje o Centro de Especialidades Odontológicas de Camaragibe, oferece aos nossos munícipes 960 consultas mês, nas especialidades oferecidas no nosso serviço que são: Periodontia  , Endodontia, Cirurgia oral menor dos tecidos moles e duros, Atendimento aos portadores de necessidades especiais, Diagnóstico bucal, com ênfase no diagnóstica e detecção de câncer de boca e Prótese.

DO AMIGO EDY!

Plano Nacional de Políticas Públicas


desigualdade de gênero

Relacionados
Plano Nacional de Políticas Públicas
A adoção de medidas que garantam a autonomia financeira das mulheres, como capacitação profissional, e ampliação da licença maternidade de quatro meses para seis meses são duas das várias resoluções aprovadas durante a 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (3ª CNPM), em meados dezembro de 2011, e ratificadas pelo Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM), da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), no início de fevereiro de 2012.
O combate à violência, a autonomia política, econômica, social, cultural e pessoal das mulheres, a erradicação da extrema pobreza, a construção de mais creches, a consolidação da cidadania feminina e o desenvolvimento sustentável serão alvo de ações da Secretaria para atingir os objetivos estabelecidos durante os quatro dias de debates entre mais de 2,5 mil delegadas de todo o País.
Marcello Casal Jr/ABr
Participantes da 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres
Ampliar
  • Participantes da 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres
De acordo com a Secretaria, todas as recomendações e propostas não só serão encaminhadas a órgãos federais, estaduais, municipais e distritais para orientarem suas ações e planos de políticas para as mulheres como serão incorporadas ao Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM), que conta com 94 metas, 56 prioridades e 388 ações distribuídas em 11 áreas de atuação.
No aspecto de autonomia econômica e social, por exemplo, foi ressaltada a necessidade de garantir a capacitação para absorção da força de trabalho feminina em ocupações que não sejam somente as tradicionalmente consideradas “femininas”, mas também em grandes eventos e obras, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.
No que diz respeito a trabalho, a ideia é fomentar a participação de mulheres jovens e jovens negras, indígenas e da floresta, quilombolas, com deficiência, lésbicas, ciganas e assentadas no mercado, garantindo e fiscalizando a aplicabilidade da lei que oferece às mulheres adolescentes o primeiro emprego como aprendiz.
A reforma política também foi tema de discussão na 3ª Conferência em Brasília, cujo foco central foi a “Autonomia e Igualdade para as Mulheres”. As delegadas apoiaram a reforma e se mostraram favoráveis a mudanças na legislação eleitoral brasileira, como lista proporcional, fechada e pré-ordenada e paridade de candidaturas.
As resoluções aprovadas durante a 3ª Conferência e ratificadas pelo Conselho Nacional dos Direitos da Mulher são resultado do processo de avaliação do 2º Plano Nacional de Políticas para Mulheres (2º PNPM), que mobilizou cerca de 200 mil brasileiras nas conferências municipais e estaduais e elegeu 2,7 mil delegadas para 3ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (3ª CNPM), realizada em dezembro de 2011.
Em grandes linhas, o 2º PNPM, aprovado pela 2ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres, validou os princípios e pressupostos da Política Nacional para as Mulheres, bem como as diretrizes e prioridades apontadas pela 1ª CNPM, realizada em julho de 2004. A 2ª Conferência, porém, ampliou o escopo do Plano Nacional, introduzindo novas diretrizes estratégicas e propondo o detalhamento das já existentes, de forma a destacar segmentos de mulheres em situação de vulnerabilidade, ou de qualificar os procedimentos e os meios para a obtenção dos resultados esperados.
O Comitê para a Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra a Mulher, da Organização das Nações Unidas (ONU), elogiou a forma participativa como estão sendo construídas e elaboradas as políticas de igualdade de gênero no Brasil e recomendou que se ampliem os esforços para se eliminar a lacuna entre a igualdade das mulheres e homens, assegurando-se a implementação de leis, planos e políticas, bem como seu monitoramento.
Princípios orientadores da política nacional para mulheres
- A autonomia das mulheres como princípio gerador de políticas e ações do poder público e que são propostas para a sociedade
- A busca da igualdade efetiva entre mulheres e homens, incidindo sobre as desigualdades sociais em todos os âmbitos
- O respeito à diversidade e combate a as formas de discriminação com medidas efetivas para tratar as desigualdades em suas especificidades
- O caráter laico do Estado como um princípio rigoroso de que as políticas públicas não podem se mover por definições religiosas
- A universalidade dos serviços e benefícios ofertados pelo Estado, o que exige justiça e transparência
-A participação ativa das mulheres no diagnóstico da realidade social, formulação das políticas implementação, controle social
Fonte:

DO AMIGO EDY!

1ª campanha de atualização da caderneta de vacinação infantil começa no sábado (18)


1ª campanha de atualização da caderneta de vacinação infantil começa no sábado (18)


Estarão disponíveis todas as vacinas do calendário básico infantil, incluindo a pentavalente e a Vacina Inativada Poliomielite, lançadas este ano

Foi lançada nesta terça-feira (14) a primeira campanha de atualização da caderneta de vacinação de crianças menores de 5 anos. As vacinas começam a ser aplicadas no próximo sábado (18) e seguem até o dia 24 de agosto, em 34 mil postos de saúde de todo o País.
Ministério da Saúde
Saúde faz primeira campanha de atualização de caderneta de vacinação infantil
Ampliar
  • Saúde faz primeira campanha de atualização de caderneta de vacinação infantil
De acordo com a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Carla Domingues, o objetivo da campanha é aumentar a cobertura vacinal e reduzir o risco de transmissão de doenças que podem ser evitadas. A expectativa é atingir 14,1 milhões de crianças.
“Temos um calendário complexo, com mais de 14 vacinas, cada uma com duas ou três doses. Muitos pais acham que o esquema está completo, mas não está”, disse. “Esta será a oportunidade de conferir a caderneta da criança e completá-la, caso haja alguma vacina com o esquema incompleto”.
Estarão disponíveis todas as vacinas do calendário básico infantil, incluindo a pentavalente e a Vacina Inativada Poliomielite (VOP), lançadas este ano. A primeira reúne em uma única aplicação a tetravalente que protege contra a difteria, o tétano, a coqueluche e a meningite e a dose contra a hepatite B. A VOP é indicada para crianças que nunca foram imunizadas contra a pólio.
Menores de cinco anos, que vivem nas regiões Norte e Nordeste, no Vale do Jequitinhonha e no Vale do Mucuri, ambos em Minas Gerais, também vão receber suplemento de vitamina A. A ação integra o Programa Brasil Carinhoso, lançado em maio deste ano, que tem como meta a superação da extrema pobreza na primeira infância.

Pentavalente
A vacina pentavalente é injetável e reúne em uma única aplicação a proteção contra difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenzae tipo b (meningite e outras doenças bacterianas) e hepatite B.
“A principal vantagem é facilitar para as crianças, que estarão protegidas contra várias doenças com o menor número de picadas possíveis. Mas também reduzimos os custos e a necessidade de estoque”, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
De acordo com o Ministério da Saúde, foram adquiridas mais de oito milhões da vacina, que serão repassadas aos governos estaduais e ao Distrito Federal. Na primeira remessa, serão 726 mil doses para abastecer todo o Brasil. Antes, a imunização para estas doenças era oferecida em duas vacinas separadas.

Vacina Inativada Poliomielite
Crianças que nunca foram imunizadas contra a paralisia infantil, a partir de agora, irão tomar a primeira dose aos dois meses e a segunda aos quatro meses, com a vacina poliomielite inativada, de forma injetável. Já a terceira dose (aos seis meses) e o reforço (aos quinze meses) continuam com a vacina oral, ou seja, as duas gotinhas.
“Enquanto a pólio não for erradicada no mundo, o Ministério da Saúde continuará a utilizar a vacina oral”, disse o ministro. Segundo o ministério, ainda existem três países (Nigéria, Afeganistão e Paquistão) endêmicos para a doença.
"A vacina inativada já era usada para situações muito especificas e agora estamos introduzindo para o conjunto das crianças. A indicação é para crianças que ainda não começaram o esquema de vacinação oral da poliomielite, até os 4 meses de vida, que é o período de maior risco”, explicou o ministro Padilha.

Vitamina A 
A prioridade é para os municípios incluídos no Plano Brasil Sem Miséria. Para as demais regiões do País, no decorrer do ano, a suplementação de vitamina A será realizada durante a rotina de Atenção Integral à Saúde das Crianças, que acontece nas Unidades Básicas de Saúde. Até o fim de 2012, a suplementação será ampliada às demais unidades da federação, contemplando 3.034 municípios em todos os estados brasileiros.
“Vamos usar a gotinha da vitamina A para proteger as crianças dos municípios com maior concentração de pobreza no País. A suplementação contribui para a redução de doenças infecciosas, diminui a mortalidade infantil e contribui para a saúde da visão e o pleno desenvolvimento cognitivo das crianças, que devem receber uma dose a cada seis meses”, explicou o ministro Alexandre Padilha.
Segundo a coordenadora de Alimentação e Nutrição, Patrícia Jaime, 2.434 municípios das regiões selecionadas vão distribuir o suplemento. A expectativa é que três milhões de crianças tenham acesso à megadose de vitamina.
Pesquisas do Ministério da Saúde indicam que aproximadamente 20% dos menores de cinco anos apresentam algum tipo de deficiência de vitamina A. A previsão é que, até final do ano, a distribuição do suplemento chegue a todos os municípios que fazem parte do programa Brasil sem Miséria.
DO AMIGO EDY!